terça-feira, 17 de novembro de 2009

ATIVIDADE 4.8 - Compartilhando experiências



  1. Navegar no Portal do Professor, em: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/
  2. Clicar na opção Interação e Colaboração.
  3. Explorar as diferentes áreas abertas para a interação e colaboração: chats, blogs,
    seminário on-line e inovações interativas.
  4. Fazer um relato de sua experiência com projeto usando tecnologias no currículo na
    área intitulada Fórum “Como utilizar as tecnologias simples, gratuitas e interessantes na escola”. Em seguida, clique em Listar - Relato . Para descrever sua experiência é necessário inscrever-se no Portal.
  5. Ler os relatos postados nessa área, verificar se existem outros relatos a respeito do
    desenvolvimento de projetos curriculares com o uso de tecnologias e comentar aqueles
    que mais lhe chamaram a atenção.

ATIVIDADE 4.7 - Conceito de currículo e o processo de integração das tecnologias ao currículo



Após a leitura do artigo indicado na plataforma , apontar as idéias principais, buscando responder as seguintes perguntas :
O que é currículo?
Quais as contribuições das tecnologias ao desenvolvimento do currículo?
Como integrar efetivamente as tecnologias ao desenvolvimento do currículo?
Como desenvolver projetos no âmbito do currículo?

Registrar suas respostas com o uso de editor de texto e salvar o documento na pasta
“Meus documentos”, atribuindo-lhe um nome que facilite sua identificação, da seguinte
forma: ativ_7_seunome.
Postar este arquivo na Biblioteca, em Material do Aluno, tema "Unidade-4", sub-tema
"Ativ-7 Conceitos_Curriculo e TIC”.
Ler e comentar as respostas de pelo menos dois colegas.

ATIVIDADE 4.6 - Desenvolvimento de projetos de trabalho em sala de aula com a integração de tecnologias ao currículo



  1. Desenvolver o Plano de Aulas e registrar no Fórum “Relato de projetos de trabalho” as atividades desenvolvidas, as estratégias criadas pelos alunos com os respectivos conhecimentos, atitudes e procedimentos mobilizados ou aprendidos, as tecnologias e mídias empregadas.
  2. Comentar os relatos registrados pelos colegas.
  3. Após a conclusão do projeto, analisar o previsto e o realizado, comparando o Plano de Aula com os relatos registrados no Fórum e fazer uma síntese das atividades desenvolvidas, principais estratégias criadas pelos alunos com os respectivos conhecimentos, atitudes e procedimentos mobilizados ou aprendidos pelos alunos e tecnologias e mídias empregadas.
  4. Inserir no Fórum “Currículo desenvolvido na ação” sua análise sobre como os conceitos e estratégias, as mídias e tecnologias identificados se integram ao currículo das disciplinas envolvidas.
  5. Reelaborar o Plano de Aulas em arquivo de texto.
  6. Salvar o documento na pasta “Meus documentos”, atribuindo-lhe um nome que facilite sua identificação, da seguinte forma: ativ_6_MariaJ.
  7. Postar este arquivo na Biblioteca, em Material do Aluno, tema “Unidade-4",sub-tema "Ativ-6 Plano de aula reelaborado".
  8. Inserir o Plano de Aula reelaborado no Portal do Professor.
  9. Para melhor compreendermos o conceito de currículo e como as tecnologias se integraram ao currículo dos projetos desenvolvidos durante este curso, vamos refletir sobre as questões propostas nesta página, entre outras mais interessantes que vocês, com certeza, levantarão.

ATIVIDADE 4.5 - Projetos de trabalho em sala de aula com a integração de tecnologias ao currículo



Levem em conta os pequenos lembretes da plataforma ao elaborar um Plano de Aula(s) para o desenvolvimento de projetos de trabalho pelos alunos com o uso de tecnologias. Este Plano poderá ser elaborado individualmente ou em grupos de professores de uma mesma escola, desde que se comprometam a desenvolver as ações de modo integrado.
  1. Explorar o Portal do Professor e/ou os recursos existentes no computador na escola e identificar os recursos pedagógicos disponíveis.
  2. Elaborar o Plano de Aula(s) conforme roteiro disponível no Portal do Professor. Prever ações dos alunos no desenvolvimento de projetos de trabalho que têm os alunos como autores dos projetos.
  3. Registrar o Plano de Aulas em documento do editor de texto
  4. Salvar o documento na pasta “Meus documentos”, atribuindo-lhe um nome que facilite sua identificação da seguinte forma: ativ_5_AntonioS.
  5. Postar este arquivo na Biblioteca, em Material do Aluno, tema "Unidade-4", sub-tema "Ativ-5 Plano de aula".
  6. Ler de comentar os planos postados por pelo menos 2 colegas.

ATIVIDADE 4.4 - Experiências com a integração de tecnologias ao currículo



Vamos agora trabalhar em pequenos grupos para conhecer experiências de uso de tecnologias integradas ao currículo vivenciadas pelos colegas.

Orientações:

  1. Escolher um representante do grupo para registrar a síntese das análises e atribuir um nome ao grupo. Por exemplo: Canela.
  2. Cada grupo vai debater sobre as experiências de seus membros relacionadas ao uso de tecnologias no currículo.
  3. Identificar, em relação às experiências: disciplinas envolvidas, atividades desenvolvidas, objetivos da atividade, conteúdos trabalhados, tecnologias e mídias utilizadas, duração da atividade, os conhecimentos, atitudes e procedimentos que os alunos mobilizaram ou aprenderam.
  4. Registrar, em documento do editor de texto, a síntese das análises do grupo sobre as experiências.
  5. Salvar o documento na pasta “Meus documentos”, atribuindo-lhe um nome que facilite sua
    identificação da seguinte forma: ativ_4_Canela
  6. Postar este arquivo na Biblioteca, em Material do Aluno, tema "Unidade-4", sub-tema: "Ativ_4 Síntese Integra TIC".

ATIVIDADE 4.3 - Socializando uma experiência com projeto em sala de aula



Você já vivenciou uma experiência trabalhando com projetos em sala de aula?
Ou conhece alguma experiência de trabalho com projetos em sala de aula? Nessa atividade, cada participante deverá descrever uma experiência vivenciada ou conhecida de trabalho com projetos em sala de aula envolvendo o uso de tecnologias.
  1. Elabore um texto descritivo no Editor de textos do BrOffice, destacando aspectos relacionados aos conteúdos curriculares trabalhados e aos recursos tecnológicos. Responda as questões:
    • Quais os conceitos, atitudes e procedimentos mobilizados e/ou desenvolvidos pelos alunos?
    • Como os conteúdos trabalhados se integram ao currículo das disciplinas envolvidas?
    • Quais as contribuições das tecnologias e mídias utilizadas ao desenvolvimento da atividade?
  2. Salve o documento na pasta “Meus documentos”, atribuindo um nome que facilite a sua
    identificação, da seguinte forma: ativ-X_seunome.


    Recomendamos não utilizar acentos, cedilha, sinais de pontuação e outros caracteres
    especiais. O traço que sugerimos utilizar (sinal de underline, underscore ou sublinhado) é
    aceito pelo computador como uma letra comum.


  3. Poste o arquivo desta atividade na Biblioteca, em Material do Aluno, tema "Unidade-4",
    sub-tema: "Ativ_3 Socializando Experiência com Projeto".
  4. Acesse as atividades elaboradas pelos colegas disponíveis no acervo da Biblioteca do
    Material do Aluno
    , para conhecer suas reflexões e relatos.

ATIVIDADE 4.2 - Compartilhando possibilidades de contribuições das tecnologias



Nessa atividade, cada participante deverá explicitar alguma característica das tecnologias de informação e comunicação que poderá trazer significativas contribuições ao integrá-las à sua prática pedagógica. Ao mesmo tempo, também conhecerá as características apontadas pelos colegas do curso, criando, com isso, uma rede de reflexão coletiva da turma.
  1. Entre no Fórum “Possibilidades de contribuições das tecnologias” para explicitar as características das tecnologias de informação e comunicação que podem trazer significativas contribuições ao integrá-las à prática pedagógica.
  2. Leia as características apontadas pelos colegas e comente-as, escrevendo suas contribuições para a reflexão coletiva.

ATIVIDADE 4.1 - Pensando sobre as possíveis mudanças



Considerando as questões colocadas na postagem anterior , identifique as possíveis mudanças que podem ocorrer nos processos de ensino e aprendizagem.
  1. Componha dois grupos na turma (grupo A e grupo B), sendo que o grupo A ficará responsável por construir argumentos relacionados às possíveis mudanças na forma de o aluno aprender, e o grupo B, responsável por argumentar sobre as possíveis mudanças das estratégias de ensino.
  2. Organize subgrupos menores, de 3 a 5 componentes, em cada um dos grupos A e B, para identificar aspectos de mudança e apontar os argumentos que justificam ser determinado aspecto uma possível mudança.
  3. Registre em papel os aspectos e respectivos argumentos de cada subgrupo.
  4. Faça um debate coletivo colocando, de um lado, os participantes do grupo A, e de outro, os do grupo B.
  5. Elabore uma síntese, a partir do debate entre os grupos A e B.

UNIDADE 4 - Currículos, projetos e tecnologia




Nesta última unidade do curso nos dedicaremos a práticas de integração de tecnologias ao currículo, em especial, ao desenvolvimento de projetos de trabalho, a partir dos quais dialogaremos sobre os conceitos de currículo, projetos e outros relacionados à integração de tecnologias ao currí­culo ou que possam emergir no andamento das atividades.


Vamos analisar como essa integração pode se efetivar na prática pedagógica com projetos de trabalho.

Será que usando computadores e Internet nas atividades curriculares faremos as mesmas coisas que fazíamos antes?
Será que haverá mudanças em nossa atuação docente?
O que mudará na aprendizagem do aluno?
Que novos aspectos vão requerer maior atenção de nossa parte?
Poderemos criar novas estratégias que potencializem a aprendizagem de nossos alunos?

terça-feira, 15 de setembro de 2009

ATIVIDADE 3.11 - Postar os relatos no Portal do Professor



Nem todas as atividades precisam ser postadas neste momento. Aquelas que seus autores entenderem que estão prontas podem ser postadas já no encontro presencial e usadas para mostrar a todos como se faz, tirando dúvidas de quem esteja encontrando dificuldade para fazê-lo. Os que desejarem podem fazer as correções necessárias na escola e postar durante a semana. O importante é que todos saibam como fazê-lo.

ATIVIDADE 3.10 - Apresentação das atividades

Cada grupo apresenta para os colegas a sua atividade usando a apresentação criada no Impress. É o momento de analisar com cuidado os trabalhos para diminuir o risco de postar relatos que contenham equívocos ou descrições incompletas das atividades.

Este é um momento para análise e crítica severa. Lembrem-se, é muito melhor ter nossos equívocos e erros apontados pelos amigos do que torná-los públicos. A sugestão que faço é que critiquem carinhosamente, mas sem piedade. Confúcio, um filósofo e teórico político chinês que viveu cerca de 500 a.C., dizia o seguinte: "Não corrigir falhas é o mesmo que cometer novos erros".

ATIVIDADE 3.9 - Criar documentos descrevendo a atividade



Criar documento descrevendo a atividade que planejaram e sua execução.

1. Preparar um registro inicial que será usado para apresentar o trabalho aos colegas.
2. Criar um documento com os dados de sua atividade.
3. Colocar o registro no seu blog . Se for hipertextual, verifique se os links funcionam corretamente
4. Visitar o blog dos colegas e deixar comentários.
5. Fazer as mudanças e correções sugeridas pelos comentários dos colegas .
6. Montar uma apresentação para ser levada ao encontro presencial.
7. Postar o material na área de compartilhamento do curso, em Biblioteca.

ATIVIDADE 3.8 - Criar um produto hipermídia




  1. Fazer uma animação num editor de apresentações, usando textos e poucas imagens, usando transição automática de slides com tempo zero segundo;
  2. Montar uma apresentação hipermídia para que, ao clicar em um texto ou uma imagem, o programa salte para outro slide em que haja outro texto e/ou outras imagens e som
O que estamos propondo aqui é que você faça um exercício livre e sem muito compromisso para que conheça os recursos do programa. Mas o foco é sempre a sua prática como professor e como aprendiz. A intenção é que experimente as possibilidades para usá-las na apresentação em que vão relatar como se desenrolou a atividade que fizeram com os alunos. Nesta apresentação, podem incluir as fotos com o registro da atividade feita com os alunos. Podem também estimular os alunos a montarem as suas apresentações usando este recurso.

ATIVIDADE 3.7 - Execução da atividade planejada



O trio ou dupla de cursistas irá executar a atividade na escola de modo que, enquanto um dos professores desenvolve a atividade com os alunos, os outros observam e anotam como é recebida pelos alunos, como é desenvolvida pelo colega, como os equipamentos e programas se comportam. Se puderem, tirem fotos para registrar esse momento.

Pontos que podem ser observados e anotados:

- Como os alunos se envolvem?
- Os alunos conseguiram entender o foco e a proposta da atividade? A forma de apresentá-la foi clara?
- O que conseguem fazer e perceber?
- Quais as dúvidas e dificuldades mais recorrentes?
- Que coisas chegaram a fazer ou descobrir que não estavam previstas?
- Os alunos colaboram uns com os outros?
- Em que proporção os objetivos foram atingidos?

Depois da atividade o grupo deve analisar e avaliar as anotações sobre o trabalho realizado.

ATIVIDADE 3.6 - Planejando uma atividade usando mídias digitais



1- A primeira tarefa é montar duplas ou trios com os colegas cursistas.
2- Mostrar uns para os outros a apresentação criada na atividade anterior.
3- Elejam uma das atividades para ser planejada em maior detalhe e ser desenvolvida com os alunos. Podem também criar uma nova atividade em decorrência da discussão com os colegas.
4- Descrevam detalhadamente a atividade em um texto e envie para a Biblioteca.

Pontos a observar ao planejar a atividade e que devem constar do planejamento:

  • Objetivos de aprendizagem (ao completar a atividade, o aluno de ser capaz de...), isto é, listar o que pretende desenvolver com os alunos, o que pretende que os alunos venham a ser capazes de fazer após a atividade ou venham a saber após a atividade.
  • As etapas das atividades devem ser claramente definidas.
  • Definir e listar os recursos necessários. Eles estão disponíveis para serem usados?
  • Quais os pré-requisitos em termos de competências e conhecimentos dos alunos?
  • Formas de avaliação: como verificarão se a atividade atingiu seu objetivo?
5- A partir do texto, elaborem uma apresentação que será mostrada no encontro presencial.
6- No encontro presencial o trabalho será discutido por todos, aperfeiçoado, e, experimentado concretamente com alunos na escola.
7- Incluir, na página inicial do seu portfólio, uma referencia a este planejamento e um link para ele. Lembre-se que cada atividade que produzir deverá ter referência no portfólio.

ATIVIDADE 3.5 - Apresentação Hipertextual




  1. Crie uma apresentação com o título “Proposta de atividade, esboço inicial”.
  2. No primeiro slide, coloque um título (pode ser provisório) para a atividade que vai propor. Pode ser baseado no produto em mídia digital que escolheu utilizar.
  3. Em um segundo slide, cite o(s) produto(s) em mídia digital que vai utilizar e, a seguir, os outros recursos materiais que podem ser necessários. Não se esqueça de citar onde se encontra(m) o(s) recurso(s) digital(ais) que escolheu.
  4. No terceiro slide, faça uma breve descrição da atividade que imaginou. Não deixe de incluir a série ou séries para as quais pode ser proposta a atividade. Junto, faça referência ao que espera que os alunos aprendam com ela. Se ajudar, pode citar os componentes curriculares envolvidos e competências que deve desenvolver. Lembre-se, este é um produto em tópicos, rápido. Apenas cite os requisitos que parecerem mais importantes. Para uma discussão aprofundada, usamos um espaço de textos ou hipertextos.
  5. No último slide, insira o produto em mídia digital que pretende usar. Se for muito grande, coloque só um link para ele.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

ATIVIDADE OPCIONAL



Combine com seus colegas de escola e dividam entre vocês a tarefa de visitar alguns dos seguintes sites: Porta Curtas Petrobrás, Youtube ou Google Vídeos, Cineduc, Programa Cine-educação, Kinema, Mnemocine e Beatrix.

Ao visitar esses sites, não deixe de registrar seu percurso no documento que está criando. É útil registrar tanto o que gostou como o que não gostou. Quando trocar esses registros com os amigos, eles poderão evitar pesquisas inúteis. E você mesmo, depois de conhecer muitos sites e muitos materiais, terá dificuldade de lembrar todos os que já visitou. Esse registro o ajudará a evitar voltar várias vezes aos mesmos produtos.

Porta Curtas Petrobrás : http://www.portacurtas.com.br
Curta na escola: http://www.curtanaescola.org.br/

No Porta Curtas, depois de passear um pouco pelo site e pelos vídeos que lá estão, vá ao “Curta na Escola”. Repare que, assim como o Portal do Professor, o Porta Curtas Petrobrás apresenta sugestões de formas de explorar os vídeos na escola, que eles chamam de “Pareceres pedagógicos”. Explore um pouco esses pareceres e assista a alguns vídeos do seu interesse. Não se esqueça de anotar no seu documento os nomes com os endereços dos vídeos que gostar e agregar algum comentário seu. Aproveite para fazer seu cadastro como professor para poder contribuir com os seus “pareceres pedagógicos”. Leia alguns e verá que você também
tem muito para contribuir.

ATIVIDADE 3.4 - Compartilhando descobertas



1. Reúna-se com alguns colegas e apresentem uns para os outros os objetos que descobriram.
2. Ao fazer isso com os produtos da TV Escola, vão classificando esses objetos usando o padrão do Portal do Professor. Isso vai ajudar vocês quando quiserem procurar os mesmos objetos em outro momento.
A finalidade de fazer isso em conjunto é para que idéias novas possam surgir: ao se reunirem educadores que tenham interesses diversos e atuem em diferentes disciplinas e séries distintas, devem aflorar muitas e diferentes visões. A diversidade, neste caso, pode trazer aumento de qualidade e de profundidade para as análises que fizerem.
3. Vocês podem fazer um documento único reunindo as observações de todos. Se fizeram seus registros no editor de textos, não terão muito trabalho para isso agora: basta copiar de cada um dos documentos individuais e colar em um coletivo. Será boa idéia, provavelmente, formatar o documento para seguir um mesmo padrão de organização em todos os comentários e registros.
Façam assim, coletivamente, a classificação do que encontraram. Depois salvem esse registro na pasta de documentos de cada um para que todos tenham sempre acesso a uma cópia. A seguir, publiquem na Biblioteca, no tema "Avaliações de produtos multimídia”.

Lembrete:
Não deixe de abrir o documento principal de seu portfólio e colocar lá um link para o documento que fez nesta atividade

ATIVIDADE 3.3 - Conhecendo repositórios de material digital



  1. Visite o Portal do Professor.
  2. Vá ao link "Recursos Educacionais".
  3. Escolha as categorias de sua preferência.
  4. Assista vídeos, animações e ouça os arquivos de áudio.
  5. Crie um documento com o título "Produtos e objetos do Portal do Professor".
  6. Salve o documento com o nome unidade_3_atividade_3.2_seu_nome
  7. Anote no documento o título do objeto de que mais gostar e coloque junto o endereço e um comentário . Este comentário deverá constar do seu portifólio.
  8. No Linux Educacional, assista a alguns filmes da TV-Escola. Registre em seu documento os vídeos que você acha que podem ser úteis aos professores.
  9. Publique seu arquivo na Biblioteca no tema "Avaliações de Produtos Multimídias".

ATIVIDADE 3.2 - Conhecendo repositórios de material digital



Esta atividade inclui um passeio por alguns sites na Internet para explorar o que há em forma de vídeos, arquivos de som e de imagem nesses lugares. A sugestão é que cada um permita a si algum tempo para vagar, navegar livremente por estas páginas. Clique nos links, procure coisas que possam ser interessantes para você ou para seus colegas. Depois sentem juntos e mostrem uns aos outros o que descobriram. Para isso, como a memória é fraca para guardar tanta informação nova, não se esqueça de ir anotando os endereços das coisas interessantes que encontrar. Utilize um editor de textos para colar o endereço a cada vez que quiser visitar uma página.

ATIVIDADE 3.1 - Saltos no Tempo


1. Assista ao vídeo.
2. Clique AQUI para ler mais sobre o Bloco do Passo
3. Clique AQUI para ler a entrevista

UNIDADE III - PRÁTICAS PEDAGÓGICAS E MÍDIAS DIGITAIS


Na Unidade III veremos como a profusão de formas de comunicação pode tomar parte em nosso trabalho na escola. Será que ajudam? Será que atrapalham? Como devemos usar essas coisas? Devemos lançar mão de produtos prontos para ilustrar os conceitos ou será que devemos aprender e ensinar a produzir com esses meios na escola?
A resposta caberá a cada um segundo suas necessidades e possibilidades. Vamos então explorar, analisar e experimentar algumas possibilidades de incorporar esses meios ao trabalho pedagógico.

terça-feira, 9 de junho de 2009

Ambiente Eproinfo


A partir de agora, iremos utilizar o ambiente e-Proinfo para realização das atividades do curso.
As atividades já realizadas até aqui serão organizadas nos diversos espaços existentes na plataforma.
O blog continuará sendo nosso espaço de compartilhamento e troca.
Bom trabalho!

Atividade 2.10 - Apresentação dos trabalhos

Cada grupo apresenta seu trabalho e recebe as sugestões e análise dos colegas. As sugestões e comentários devem ser anotados para eventual incorporação ao documento que será publicado no portfólio e ao que será publicado no Portal do Professor.

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Criando hiperlinks


Para criar hiperlink em suas postagens, faça da seguinte maneira:
  • Quando estiver digitando sua nova postagem, selecione a palavra ou frase  que funcionará como link (em que deverá aparecer a mão);
  • Na barra de formatação da nova postagem, entre o ícone T (cores do texto) e o icone de alinhamento à esquerda, aparece o ícone Link (2 elos de corrente entrelaçados); clique nele;
  • Na janela que se abre, digite o endereço da página que você deseja exibir e clique em OK. (O endereço deverá ser completo, começando por http://

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Para concluir a Unidade



LEITURA RECOMENDADA


ATIVIDADE 2.9 - Vagando pela Wikipedia e Wikicionário



1. Abra a página inicial da Wikipédia que fica em http://pt.wikipedia.org

2. Veja que a primeira página traz uma coleção de informações, alguma delas bem instigantes e curiosas. O que é apresentado nessa página muda todo dia. Passeie por ela um pouco, veja se há algo do seu interesse.

3. Neste momento, enquanto estou escrevendo este texto consta na Wikipedia que são agora pouco mais de 400.000 mil artigos só na versão em português. Impressionante!

4. Agora tente procurar por algum verbete que tenha bastante significado na região onde você vive. Procure por nomes de pássaros, flores, comidas, danças, tipos de embarcação, formas de transporte. Procure pelo nome de uma cidade grande e por uma cidade bem pequena que conheça.

5. Você encontrou todos os termos que procurou? Estão bem definidos? Há diferenças importantes na forma como os verbetes estão definidos? Você poderia acrescentar algo a algum dos verbetes? Então cadastre-se na Wikipedia e o faça.

6. Abra a página inicial do wikcionário em português que fica em http://pt.wiktionary.org/wiki/Página_principal

7. Vagueie um pouco por ele, começando pela primeira página, para familiarizar-se com o ambiente. Repare que parece muito com o da Wikipédia. Veja a definição de alguns termos comuns para saber como aparecem e as diversas possibilidades que o ambiente oferece e sugere. Visite alguns substantivos, alguns verbos.

8. O verbete “casa” é bem ilustrativo porque simples e com muitas informações. Ali, por exemplo, na seção “Ver também” a expressão “casa-da-mãe-joana” foi inserida por mim. Na seção “fraseologia”, a expressão “casa da sogra” também foi inserida por mim. Se clicar no histórico da página poderá ver isso.

9. Repare que os verbos incluem, entre outras coisas, a conjugação completa.

10. Procure por alguns verbetes típicos da região em que você vive. Anime-se, faça seu cadastro no ambiente e acrescente algum verbete, amplie a definição de outros contribuindo com alguns sinônimos, algumas expressões regionais. Aproveite para colocar ali o que só alguém da região em que você vive, faria.

ATIVIDADE 2.8 - O pôster



A função do pôster será dar suporte à apresentação de vocês para os colegas no encontro presencial. Dele devem constar os aspectos mais gerais do trabalho. É como se fosse um resumo ilustrado e ilustrativo do trabalho de vocês. Ao criá-lo, vocês vão exercitar principalmente sua capacidade de síntese, apresentar em muito poucas palavras os aspectos centrais e mais importantes do que experimentaram.

Devem usar sempre frases curtas, quase como se fossem manchetes de um noticiário. No dia do encontro, vocês vão apresentar, de viva voz, para os colegas, seu trabalho, usando o pôster como apoio e memória.Podem usar imagens e fotos se desejarem, mas lembrem-se de escolher as mais significativas, que apresentem ou ilustrem de forma especial algum fato importante ocorrido ou algum resultado significativo.

ATIVIDADE 2.7 - O registro digital da experiência



Após a execução da atividade elaborada na etapa anterior, relate o processo explicitando o que aconteceu, como vocês planejaram e o que precisaram modificar pelas imposições da prática. Publique o documento no seu blog.

Sugestão de pontos a serem descritos:

1. Descrição do projeto com seus objetivos, etapas, recursos necessários etc, exatamente o documento que foi criado durante a segunda semana descrevendo o projeto com as correções e adaptações que tenha sofrido desde então.

2. Características da turma em que foi experimentado: série, disciplinas envolvidas, quantas aulas foram necessárias, quantos alunos participaram, quantos professores e qual o papel de cada um.

3. Descrição de como se desenvolveu. Aqui entram, possivelmente, fotos que tenham tirado,depoimentos dos alunos dizendo o que acharam do projeto, o que avaliam que aprenderam com a atividade. Depoimentos de outros professores que tenham acompanhado e tenham alguma percepção interessante do ocorrido.

4. Resultados obtidos: aonde chegaram os alunos. Desenvolveram as competências e os conhecimentos que vocês esperavam? Quais? Quais objetivos esperados não foram atingidos? Que outras aprendizagens inesperadas aconteceram? Aqui, como no ítem anterior, pode ser uma boa idéia fazer links para os trabalhos que os alunos desenvolveram para ilustrar e confirmar o que afirmam.

5. Conclusões: o que aprenderam vocês como o desenvolvimento do projeto? De que forma projetos como esse podem integrar o planejamento de vocês? Que outras atividade podem passar a integrar planejamentos futuros em função do que perceberam nesta experiência? De alguma forma a experiência sugere mudanças importantes no seu planejamento para os anos vindouros? Quais?

6. Bibliografia e webliografia: os textos, sites, páginas da internet que os ajudaram a planejar o que planejaram, a fundamentar e analisar o ocorrido.

ATIVIDADE 2.6 - Execução da atividade planejada



A atividade elaborada na etapa anterior será realizada com todo o grupo de professores que a planejou. Se quiserem e puderem ter ainda outros colegas em sala acompanhando para contribuir com suas observações, melhor ainda.

O professor da turma conduz a atividade enquanto o outro professor da dupla (ou os outros professores do trio) devem estar em sala como observadores, anotando como a atividade se desenvolve, como é recebida pelos alunos, como é conduzida pelo colega, como os equipamentos se comportam .

Se puderem tirar fotos para registrar com imagens, elas podem ser muito úteis, depois, para ajudar a analisar o que aconteceu.

Pontos que podem ser observados e anotados:

  • Como os alunos se envolvem?
  • Os alunos conseguiram compreender o foco e a proposta da atividade? A forma de apresentá-la foi clara para este grupo de alunos?
  • O que conseguem fazer e perceber?
  • Quais as dúvidas e dificuldades mais recorrentes?
  • Que coisas chegaram a descobrir e a fazer que não estavam previstas?
  • De que forma se relacionam as duplas internamente? Mais disputam o uso da máquina ou mais colaboram
  • para o andamento do trabalho?
  • As duplas colaboram umas com as outras? De que forma? Ensinam, tiram dúvidas ou perguntam umas às outras?
  • Em quais duplas de alunos os objetivos planejados foram atingidos? Em quais não foram? Qual a
  • proporção?
  • Que aprendizagens não previstas ocorreram com muitos alunos?
  • Que aprendizagens, descobertas ou criações especialmente interessantes e não previstas ocorreram com algum ou alguns alunos?
  • Como foi a condução da atividade pelo professor? Foi muito diretiva ou permitiu que a condução e o ritmo da ação fossem dados pelos alunos?
  • Os equipamentos funcionaram a contento?
  • Os programas funcionaram a contento?

Depois de encerrada a atividade, os professores da dupla devem-se reunir em algum momento para analisar o que foi anotado, avaliar os ganhos que resultaram para a turma como um todo, e para cada aluno em particular. Quanto mais cedo isso ocorrer, mais vivos estarão na memória os fatos ocorridos.

Alguns pontos que podem ser analisados e avaliados além dos que foram anotados em sala:

  • A turma como um todo, recebeu bem a proposta da atividade?
  • A proposta envolveu e animou os alunos? Todos ou só alguns? Ou nenhum?
  • O que envolveu os alunos foi a atividade em si ou o uso do laboratório de informática?
  • Há alguma outra organização do grupo que possa fazer o trabalho transcorrer de forma mais adequada do que a forma que transcorreu?
  • Há alguma preparação do grupo de alunos que possa contribuir para o trabalho acontecer de forma mais adequada e interessante?
  • Vocês ficaram satisfeitos com a atividade?
  • Que coisas puderam perceber quanto à forma de aprender de seus alunos?
  • Esta atividade pode ser adaptada para outros contextos, para outras séries ou outras disciplinas? De que forma?
  • Pode envolver mais de uma disciplina? A atividade seria mais interessante se envolvesse professores de outras disciplinas?
  • O desenvolvimento da atividade e a forma como aconteceu com seus alunos sugerem algum
  • desdobramento, alguma outra ação que decorra dela e possa ampliar seus ganhos?
  • A partir do que foi anotado em sala, seria possível criar uma ficha de acompanhamento da atividade que pudesse ser preenchida pelos alunos ainda durante a atividade e que refletisse o seu processo ao longo dela? Objetivos muito claros para cada tópico que esperam que os alunos abordem podem ajudar nisso.

segunda-feira, 27 de abril de 2009

ATIVIDADE 2.5: Planejando uma atividade com hipertexto ou Internet

1. A primeira tarefa será montar os grupos de trabalho (duplas ou trios) .
2. Escolhida a dupla, planejem uma atividade para ser desenvolvida com os alunos em que se usem alguns dos recursos de que tratamos nas duas semanas anteriores. Alguns exemplos de atividade podem ser:
  • criação de páginas pessoais com links para coisas que tenham interesse na Internet,
  • navegação e pesquisa na Internet,
  • criação de um hipertexto coletivo formado por pequenas histórias intercaladas produzidas por duplas ou trios de estudantes
3. Descrevam a atividade com tanto detalhe quanto possível, coloquem em um texto , publique no seu blog e, mais tarde, na área de troca (na Biblioteca: tema Atividade 2.6, subtema “Planejando Atividade com Hipertexto) .
Pontos a observar ao planejar a atividade e que devem constar do planejamento:

  • objetivos de aprendizagem (ao completar a atividade o aluno deverá ser capaz de....), isto é listar
  • o que pretende que os alunos venham a ser capazes de fazer após a atividade ou venham a saber após a atividade.
  • As etapas das atividades devem ser claramente definidas.
  • Identificação e listagem dos recursos necessários. Eles estão disponíveis para serem usados?
  • Quais os pré-requisitos em termos de competências e conhecimentos dos alunos?
  • Formas de avaliação: como verificarão se a atividade atingiu seu objetivo?
4. Em seguida, cada grupo analisa o trabalho de uma outra dupla, para, não só fazer sugestões que possam melhorar ou ampliar a atividade planejada, como para ter mais elementos e idéias que ampliem a sua. Você e seu(s) colega(s) de grupo podem e devem conversar sobre a atividade, mas não deixem de fazer comentários por escrito no texto que forem analisar.

5. De posse dos comentários dos colegas, cada grupo deve dar uma forma final ao que planejou.
6. O trabalho de seu grupo será levado para o próximo encontro presencial para ser discutido por todos, aperfeiçoado coletivamente e, por fim, experimentado concretamente com seus alunos na semana seguinte.
7. Não se esqueça de incluir na sua página inicial do portfólio (criado na atividade anterior) uma referência a esse planejamento e um link para ele. Lembre-se de que cada coisa nova que produzir deverá ter referência no portfólio. É por meio dele que o formador poderá acompanhar seu trabalho e fazer suas avaliações para auxiliá-lo em sua caminhada.

ATIVIDADE 2.4: Criando um portfólio em hipertexto, o seu hiper-portfólio.

O objetivo dessa atividade é fazer com que você aprenda a fazer um hipertexto que reúna o que você já produziu neste curso até agora. Esse documento deve continuar a ser utilizado por você ao longo dos estudos, inserindo pequenos textos comentando a sua produção e com links para cada novo trabalho produzido. Esse trabalho será posteriormente enviado para a pasta Biblioteca/material do aluno, tema Portfólio, no ambiente e-proinfo.

Como estamos utilizando o blog até que a plataforma seja liberada, você irá produzir 3 documentos:
1) um portfólio no formato doc ou odt (salvo no seu computador)
2) o mesmo documento no formato html (salvo no seu computador)
3) uma postagem no seu blog

1. Crie um texto tendo como título Portfolio de Seu_Nome
2. Em seguida crie links para os trabalhos que você já fez neste curso.
3. Digite os seguintes textos, um em cada linha.
Quem é “Seu_Nome” (“Seu_Nome” é nome do cursista)
O que eu pesquisei e escrevi sobre hipertextos
Uma apresentação sobre vídeos
4. Selecione a expressão “sobre hipertextos”
5. Faça um link deste texto para a postagem o que produziu na semana anterior. O nome deve
ser unidade_2_percepcoes_ao_navegar_por_hipertextos_seu_nome
6. Agora a expressão que você havia selecionado, “sobre hipertextos”, deve aparecer sublinhada e em cor azul. Isso indica que ela é um hiperlink para outro documento.
7. Vamos prosseguir conectando essa página inicial de seu portfólio aos outros trabalhos que você já produziu. Selecione “quem é seu_nome” e faça link para o documento que criou no primeiro encontro presencial em que você fez sua apresentação.
8. Em seguida selecione a expressão “sobre vídeos” e faça um link para a apresentação que desenvolveu na unidade 1
9. Se há alguma página que você visitou e gostou especialmente, pode colocar um link aqui também. Escreva um título para o tópico com o assunto da página, digite um pequeno texto informando porque avalia que esta é uma página interessante de ser visitada e coloque, a seguir, o endereço da página.

Você tem agora uma página com estrutura de hipertexto que permite acesso à várias coisas que você fez neste curso. A idéia é que você volte a este documento sempre que produzir algo novo, fizer uma descoberta, criar uma forma de trabalhar ou qualquer outra coisa relevante que este curso lhe traga. O seu portfólio será uma história e a memória do que você vivenciou e aprendeu no curso.
10. Agora vamos salvá-lo de novo, mas no formato de página de HTML Clique no menu “Arquivo” e em “Salvar como” formato HTML. Esse último formato é o formato das páginas da Internet. Ao abrir esse documento verá que ele será aberto no navegador Internet de seu computador.

11.Para que possamos visualizar seu trabalho aqui no curso, vamos à última etapa: Crie uma nova postagem no seu blog, fazendo os links com as postagens das atividades referidas acima.

ATIVIDADE 2.3 Conhecendo e comentando trabalhos dos colegas

1. Vá até a lista de blogs , escolha e leia os trabalhos dos colegas.
2. Devem ser todos curtos, pois esta era a orientação. Muitos terão copiado textos semelhantes, alguns talvez se pareçam com o seu trabalho. Tudo bem, a idéia é mesmo que o grupo caminhe para a construção de alguns consensos sobre o que é um hipertexto.
3. Escolha três que apresentem algo que lhe pareça interessante e faça comentários dizendo porque chamaram a sua atenção. Faça os comentários no próprio documento para que os próximos leitores possam compartilhar de suas observações. O propósito é enriquecer um pouco cada um dos documentos com observações de muitos. Mas não se alongue, faça comentários breves para que possam ser lidos rapidamente.
4. Se algum texto for demasiadamente grande, faça um comentário com essa observação (se alguém já houver feito, apenas corrobore se lhe parecer cabível)
5. Volte ao seu trabalho e leia os comentários dos colegas. Se achar cabível, amplie ou replique os comentários, ou modifique alguma coisa em seu texto original. Aproveite os comentários de seus colegas para tornar seu (hiper) documento ainda melhor.
Na plataforma, utilize o Forum "Análise do trabalho dos colegas" para registrar sua opinião.

ATIVIDADE 2.2-b: O que é hipertexto segundo você e outros autores.

1. Elabore, agora, uma conceituação sua sobre hipertexto, utilizando extratos dos documentos lidos. A proposta é criar um texto curto, de no máximo uma página, com uma colagem de colaborações retiradas do que você leu e adicionar algum comentário ou intervenção sua. Procure nas várias páginas que leu alguns trechos pequenos que, na sua opinião, expressem de forma clara, o que é um hipertexto. Seja parcimonioso, não copie tudo o que gostou ou tudo o que encontrou. O que se quer criar é um documento curto que diga de forma objetiva e clara o que, na sua opinião e neste momento, (pois sua opinião vai mudar com o tempo e o uso), define bem o que é um hipertexto.

2. Crie um documento de texto e copie para ele o trecho (ou trechos) que selecionou. Coloque, logo abaixo de cada trecho, o endereço da página de onde retirou o texto. Para isso copie-o do navegador e cole-o em seu texto, da mesma forma que faria com um texto qualquer. Se no texto original estiver citado o nome do autor, não deixe de citá-lo também em seu documento. Lembre-se: preservar e respeitar a autoria é fundamental em qualquer trabalho acadêmico. Um trabalho como este é um diálogo que se trava com outros autores, é preciso que se diga quem são.

3.Quando seu trabalho estiver pronto, coloque-o disponível para ser lido e comentado pelos colegas no seu blog e na plataforma, Biblioteca - Material do aluno. .

ATIVIDADE 2.2 - Navegando em hipertexto sobre hipertexto

1. Abra o documento “O que é hipertexto” que fica em http://pt.wikipedia.org/wiki/Hipertexto. As palavras e expressões em azul são links para outras páginas ou para outros pontos na mesma página. Clique neles com o mouse sempre que tiver curiosidade de saber a que se refere ou para onde aponta a expressão. Se quiser voltar à página em que estava, clique na seta que há na barra de ferramentas do navegador: a que aponta para a esquerda volta para a página anterior .

2. Experimente à vontade, clique nos diversos links, clique sobre as imagens, volte para página anterior... a idéia, neste momento, é que você vivencie sem medo de errar (nem de acertar) a sensação de navegar por um hipertexto.

3. Ao terminar a navegação escreva um pequeno texto (250 a 300 palavras), no editor de textos , relatando suas impressões sobre a experiência de navegação; diga como foi, para você, lidar com um produto textual em que se navega além de ler.
Seguem algumas perguntas orientadoras para ajudar sua reflexão; lembre-se, são apenas
orientadoras, não as tome como questões a serem diretamente respondidas.
· Clicar nos links facilitou ou complicou sua caminhada para compreender o que é um hipertexto?
· Você se perdeu?
· Conseguiu retornar e achar seus caminhos?
· Conheceu coisas inesperadas?
· Aprendeu um pouco acerca do tema central, os hipertextos?
· Saberia dizer por onde andou?
Saberia enumerar cada coisa sobre o que leu?

4. Salve o seu documento nomeando o arquivo o nome conforme a estrutura de sempre:
unidade_2_percepcoes_ao_navegar_por_hipertextos_seu_nome

5. Publique o texto no seu blog.

No ambiente eproinfo, publique seu texto na Biblioteca do Curso, Material do aluno, no tema: Atividade 2.2, no subtema: Coisas importantes e significativas.

ATIVIDADE 2.1. Navegação em hipertexto e discussão sobre a experiência de navegar livremente

1. Navegue (individualmente) pelos seguintes sites:

http://www.cineedu.com.br/

http://www.valeapena.org.br/kinema/

http://www.mnemocine.com.br/

http://www.beatrix.pro.br/

http://www.wdl.org/pt/

2. Reúna em duplas .Cada pessoa da dupla mostra rapidamente ao colega os sites pelos quais navegou e o que encontrou de interessante ali.

3. Discussão com todo o grupo


Houve diferença nos caminhos navegados?

Que diferenças de percepção resultaram?

Alguém se perdeu na navegação?

Soube voltar para as páginas iniciais?

Há ganhos em navegar à deriva?

UNIDADE 2. INTERNET, HIPERTEXTO E HIPERMÍDIA

Nesta unidade você irá vivenciar novas linguagens e formas de trabalho, conhecendo e experimentando hipertextos e diversas feramentas de produção coletiva.
A expectativa é  de que você se torne capaz de:
  • Navegar pela Internet e planejar seu uso em atividades visando à aprendizagem e/ou ao ensino.
  • Navegar em ambientes hipertextuais, usando navegadores comuns.
  • Reconhecer hipertextos como ambientes não lineares de leitura e de produção textual.
  • Reconhecer que a leitura de um hipertexto é uma forma de co-autoria do que se lê.
  • Produzir hipertextos simples, sendo capaz de incluir vícnulos para outros textos, para páginas na Internet e para outros pontos do mesmo texto.
  • Criar algumas possibilidades de uso de ambientes hipertextuais em educação e experimentá-las em situações reais na escola, com alunos.

terça-feira, 14 de abril de 2009

Vírus no pendrive


Navegando por aí, encontrei um post no blog do Franz Kreuther Pereira, que pode ser bastante útil.

Temos sido vítimas de alguns vírus que insistem em fazer companhia aos nossos arquivos quando utilizamos o pendrive em computadores infectados.

Para proteger seus arquivos, leia AQUI a matéria.

terça-feira, 7 de abril de 2009

Tutorial do Scribd







SCRIBD é uma ferramentas da nova geração web 2.0 que permite fazer upload de um documento e depois usar o formato iPaper em qualquer Blog ou rede social.
No Scribd você pode disponibilizar arquivos gerados em Microsoft Word, Adobe PDF, HTML, PowerPoint, Excel, OpenOffice, JPEG e muitos mais, seguindo as etapas abaixo:


1- Vá até http://www.scribd.com
2- Faça seu cadastro clicando em SIGN UP
3- Todas as vezes em que for utilizar essa ferramenta, verifique se o último usuário fez o log out e saiu do site. Em caso positivo, clique em LOG IN para entrar.
4- Agora vamos trazer o arquivo que está em seu computador para o SCRIBD. Para isso, clique em UPLOAD.
5- Em seguida, escolha o arquivo que deseja disponibilizar clicando CLICK TO CHOOSE FILES. Edite o título do arquivo, se desejar, e, em seguida clique em UPLOAD DOCS.
6- Quando o upload terminar, clique no link do arquivo que aparece em FILENAME. Dependendo do tamanho do arquivo talvez você precise esperar até o término da conversão.
7- Quando o iPaper for carregado , clique em EMBED e copie o código que aparece em EMBED CODE.
8- Vá até seu blog, faça login e em NOVA POSTAGEM, digite o título da mensagem e clique em EDITAR HTML. Cole o código e clique em PUBLICAR POSTAGEM.

segunda-feira, 6 de abril de 2009

ATIVIDADE 8 - Divulgando a pesquisa


O resultado e a análise da pesquisa sobre “trabalho por projetos” deverão ser divulgados entre os
participantes da turma.

Orientação didática:

1. Organizar a apresentação do resultado e da análise da pesquisa usando 2 a 3 slides.
2. Salvar o documento atribuindo um nome que facilite a sua identificação, da seguinte forma: ativ-X_seunome.
3. Postar o arquivo desta atividade no seu blog e, posteriormente, na Biblioteca/Material do Aluno, tema Atividade 1.8, subtema Divulgação da pesquisa.
4. Salvar o arquivo em um CD ou no pendrive para fazer a apresentação no próximo Encontro presencial.

ATIVIDADE 7 - Pesquisando sobre o trabalho por projeto



O tema "Trabalho por projeto" vem sendo estudado e discutido de forma bastante ampla no contexto educacional. A proposta desta atividade é que seja feita uma pesquisa sobre experiências desenvolvidas com projetos, para que possamos fazer um estudo mais aprofundando, uma vez que este tema estará permeando todas as unidades do curso.



Orientação didática:

1. Fazer uma pesquisa envolvendo uma experiência de trabalho por projeto, realizada no contexto da
escola. Esta pesquisa poderá ser feita via Internet ou contato (entrevistas, observação, leitura de artigos
ou livros) com professores;
2. Considerar nesta pesquisa algumas características do projeto: tema, conteúdos curriculares envolvidos, números de alunos e professores participantes, tecnologias e mídias utilizadas, duração, atitudes dos alunos, entre outros;
3. Organizar e documentar as informações pesquisadas elaborar uma análise sobre os dados pesquisados, usando o editor de textos.
4. Salvar o documento atribuindo um nome que facilite a sua identificação, da seguinte forma: ativ-X_seunome.
5. Postar o arquivo desta atividade no seu blog e, posteriormente, na Biblioteca/Material do Aluno, tema Atividade 1.7, subtema “Pesquisa_Projeto”.
6. Acessar as atividades elaboradas pelos colegas para conhecer suas reflexões e relatos.

ATIVIDADE 6 - Olhando para uma prática do professor com o uso da tecnologia

  1. Assista ao vídeo que aborda os usos da tecnologia na educação e destaque os pontos levantados da sua observação.
  2. Selecione o item Diário de Bordo.
  3. Selecione seu nome na listagem.
  4. Escreva sua reflexão sobre a observação feita no espaço próprio
    do
    Diário de Bordo.


ATIVIDADE 5 - Conhecendo uma experiência








Conheça uma experiência didática
com o uso de recursos tecnológicos
envolvendo conteúdos curriculares.





Orientação didática:

1. Acessar Portal do Professor no site: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/resourceIndex.action.
2. Selecionar no item “Sugestões de aulas” um exemplo relacionado à sua área de atuação.
3. Analisar o exemplo destacando pontos das estratégias de aula, da avaliação e do uso de recursos que considera relevante do ponto de vista da aprendizagem do aluno e que possa tornar-se referência para sua prática pedagógica.
4. Elaborar no editor de textos um fichamento contendo: nome do programa, áreas do conhecimento
envolvidas, breve descrição com uma síntese expressando sua opinião e as idéias suscitadas para
colocar em ação posteriormente.
5. Salvar o documento atribuindo um nome que facilite a sua identificação, da seguinte forma: ativ-X_seunome.
Por exemplo: para esta atividade realizada pelo Renato Bastos, o nome do arquivo será ativ-5_renatob
Recomendamos não utilizar acentos, cedilha, sinais de pontuação e outros caracteres especiais. O
traço que sugerimos utilizar (sinal de underline, underscore ou sublinhado) é aceito pelo computador como uma letra comum.
6. Postar o arquivo desta atividade no seu blog com o título ATIVIDADE 5 e, posteriormente, no ambiente do curso, em Biblioteca / Material do Aluno, tema Atividade 1.5, subtema Experiência_Sugestões de aulas.
7. Acessar as atividades elaboradas pelos colegas, para conhecer suas reflexões e relatos.

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Lembrete aos cursistas




Passei por aqui para parabenizá-los pelas produções já postadas nos blogs e aproveito para lembrar a todos que, antes do nosso segundo encontro presencial, vocês deverão realizar as atividades 2, 3 e 4.

Bom trabalho!

segunda-feira, 16 de março de 2009

ATIVIDADE 4 - Tecnologia na minha escola


Fazer uma breve observação na sua escola para levantar quais tecnologias são mais utilizadas e as formas mais comuns de seu uso.

Orientação didática:
1. Levantar quais são as tecnologias disponíveis na sua escola e como elas vêem sendo utilizadas.
2. Organizar estas informações usando o gerenciador de apresentações (2 a 3 slides).
3. Postar o arquivo desta atividade no seu blog com o título “Minha escola”.
5. Salvar o arquivo em um CD ou no pendrive para fazer a apresentação no Encon.tro presencial.
6 - No ambiente EPROINFO poste o arquivo desta atividade na Biblioteca, em Material do Aluno, temaAtividade 1.4, subtema Minha escola.

A tecnologia na escola


Você pode saber mais detalhes sobre este tema, acessando os textos:
- Escola e tecnologia: uma conversa de Alberto Tornaghi,
-Tecnologia na escola: criação de redes de conhecimento de Maria Elizabeth B. de Almeida
tecnologiaNaEscola
tecnologiaNaEscola abigailvital


Livro intitulado “Integração das Tecnologias na Educação. Salto para o Futuro. Organização Almeida,
M.E.B.; Moran, J. M. Secretaria de Educação a Distância do MEC, Brasília, 2005.

Gestão de tecnologias na escola: possibilidades de uma prática democrática
Boletim do Salto para o Futuro. Série Integração de tecnologias, linguagens e representações.

A tecnologia na escola

A tecnologia faz mágica na educação?



Inserir-se na sociedade da informação não quer dizer apenas ter acesso à Tecnologia de Informação e
comunicação (TIC), mas principalmente saber utilizar essa tecnologia para a busca e a seleção de informações que permitam a cada pessoa resolver os problemas do cotidiano, compreender o mundo e atuar na transformação de seu contexto.

ATIVIDADE 3 - Educação e Tecnologia

Dando continuidade à reflexão sobre a temática em questão, assista à entrevista do Prof.
Dr. Ladislau Dowbor sobre Educação e Tecnologia e discutir sobre uma de suas idéias, mais
especificamente quando o autor se refere ao seguinte trecho:

“....é necessário repensar a escola e a educação no sentido mais amplo.
A escola deve ser menos lecionadora e mais organizadora de conhecimento, articulado os diversos espaços do conhecimento” (Dowbor, L., 2001)

Orientação didática:

1. Assista ao vídeo com a entrevista de Ladislau Dowbor :


2.Deixe AQUI o seu comentário e leia e comente a contribuição dos colegas.

NO AMBIENTE EPROINFO:

No Fórum tema Educação e Tecnologia, registre suas idéias e conheça e comente a contribuição dos colegas.

A escola diante deste novo panorama de sociedade


As tecnologias e as mídias ganham espaços no contexto da escola. Hoje, já faz parte das unidades
escolares a existência de biblioteca, sala de DVD vídeo, rádio, câmera digital, filmadora e computador.

Pontos de reflexão:

Como a escola lida com as novas tecnologias?
Como é a aprendizagem dos professores, gestores e alunos para utilizar as tecnologias no seu
cotidiano?
E como fica o processo de ensino e aprendizagem?

“As tecnologias são importantes, mas apenas se soubermos utilizá-las.
E saber utilizá-las não é apenas um problema técnico”
(Dowbor, L., 2001).

ATIVIDADE 2 - Registrando a própria reflexão



A partir das questões colocadas nos pontos de reflexão , registre alguns aspectos relacionados à sua preocupação e/ou expectativa no que diz respeito ao uso da tecnologia nos processos de ensino e aprendizagem.

Orientação didática:

1. Faça uma nova postagem no seu blog, contendo sua reflexão.


NO AMBIENTE EPROINFO:
  1. Acesse o item Diário de Bordo.
  2. Selecione seu nome na listagem.
  3. Escreva sua reflexão no espaço próprio do Diário de Bordo

Refletindo sobre aprendizagem

Sempre que surge uma nova tecnologia ficamos algum tempo com a sensação de que nosso mundo acabou, por outro lado a nova tecnologia é vista como a redentora de todos os problemas e as pessoas ficam deslumbradas diante da novidade. No entanto, passada a euforia, o que fica desse processo inicial? Serão as novas tecnologias ou as tecnologias de informação e comunicação a “sereia” do ensino eletrônico?

Pontos de reflexão:

O que essa tecnologia oferece de novo?
Será necessário mudar minha prática pedagógica?
Quais contribuições essa tecnologia pode trazer para a aprendizagem dos alunos? E para o meu dia-a-
dia como professor?

Saiba mais:
Para ajudar a aprofundar a discussão, leia o artigo de Blikstein e Zuffo (2001).
BliksteinZuffo MermaidsOfE Teaching Online Education BliksteinZuffo MermaidsOfE Teaching Online Education abigailvital

Refletindo sobre a Identidade


“É difícil dizer se ser professor, na atualidade, é mais complexo do que foi no passado, porque a profissão docente sempre foi de grande complexidade. Hoje, os professores têm que lidar não só com alguns saberes como era no passado, mas também com a tecnologia e com a complexidade social, o que não existia no passado. Isto é, quando todos os alunos vão para a escola, de todos os grupos sociais, dos mais pobres aos ricos, de todas as raças e todas as etnias, quando toda essa gente está dentro da escola e quando se consegue cumprir, de algum modo, esse desígnio histórico da escola para todos, ao mesmo tempo, também, a escola atinge uma enorme complexidade que não existia no passado.”
(trecho da entrevista do Nóvoa, 2001)
Saiba mais: Para ver a entrevista na íntegra, clique AQUI



“...Podemos, hoje, distinguir na identidade do profissional da educação três dimensões
inseparáveis, pois ele é, simultaneamente: a) um especialista que domina um instrumental próprio de trabalho e sabe fazer uso dele; b) um pensador capaz de repensar criticamente sua prática e as
representações sociais sobre seu campo de atuação; c) um cidadão que faz parte de uma sociedade e de uma comunidade.”


(Trecho do texto de Maria Umbelina Caiafa Salgado, 2003). Leia AQUI o texto na íntegra

ATIVIDADE 1



Diante deste novo cenário e da necessidade de educar os alunos para lidar com as características da sociedade atual, reflita sobre o tema “Quem sou como professor e aprendiz” e explicite seu relatO produzindo um pequeno texto, considerando as questões apresentadas abaixo.

Na produção desse pequeno texto, cada professor cursista tem a oportunidade de exercitar a capacidade de síntese para que possa ser lido pelos colegas. Também possa escolher dois ou três textos dos colegas para comentar.









Pontos de reflexão:

Sou um professor que desperta a curiosidade do aluno?
Busco preparar meus alunos para utilizar os novos sistemas culturais de representação do pensamento?
Desenvolvo uma prática interativa com os alunos?
Ouço suas idéias?
Aprendo com os alunos?
Com os colegas?
Faço mudanças na minha forma de ensinar? Por quê?
Sinto-me confortável quando isto acontece ou tenho receio?

Orientação didática:

1. Escrever o relato no Editor de textos cerca de 250 a 300 palavras.

2. Salvar o documento na pasta “Meus documentos” atribuindo um nome que facilite a sua identificação, da seguinte forma: ativ-X_seunome.

Por exemplo: para esta atividade realizada pelo João Carlos Pereira, o nome do arquivo será: ativ-
1_joaocarlosp

Recomendamos não utilizar acentos, cedilha, sinais de pontuação e outros caracteres especiais. O
traço que sugerimos utilizar (sinal de underline, underscore ou sublinhado) é aceito pelo computador como uma letra comum.

3. Postar o arquivo desta atividade no seu blog com o título “Quem sou”.
4. Acessar as atividades elaboradas pelos colegas, clicando nos links disponíveis na lista de blogs dos cursistas, para conhecer suas reflexões e relatos.
5.Deixe um comentário para seu colega, destacando os aspectos presentes no texto que lhe chamaram mais atenção e explique porque.

6- No ambiente eproinfo, poste o arquivo desta atividade na Biblioteca, em Material do Aluno,
tema “Quem sou”.

7. Acesse as atividades elaboradas pelos colegas, que estão disponíveis
no acervo da Biblioteca, Material do Aluno, tema Atividade 1.1, subtema Quem sou, para conhecer suas reflexões e relatos.

8.Entre no Fórum Conhecendo a turma para deixar um comentário para seu
colega, destacando os aspectos presentes no texto que lhe chamaram mais atenção
e explique por quê.